Resenha - Mãe sem manual/ Rita Lisauskas

A gravidez é sinônimo de alegria e bem-aventurança instantâneas, está escrito na página zero do manual das mães das novelas, filmes e contos de fada. Você vai reluzir, cintilar, sentir-se plena e absoluta desde o momento em que descobriu que vai colocar uma criança nesse mundo. Mas pode não ser bem assim. Como estamos entre amigas, vamos falar a verdade aqui. Este é um antimanual: foi criado para mostrar que nem sempre há certo ou errado quando o assunto é maternidade. Para desconstruir (e rir) dos mitos que às vezes nos fazem sentir inseguras, culpadas ou nos fazem perder muitas noites de sono à toa. Este livro é um abraço apertado em cada mãe que às vezes erra, sempre querendo acertar, e às vezes acerta, tendo certeza de que, no fundo, está errando.

Olá pessoas, tudo bem?

Como sabem, no próximo domingo é o dia das mães, e o livro que resenho hoje é para você que é mãe ou ainda será. Com uma narrativa simples e divertida, Rita, questiona e explica as situações que aconteceram durante a sua gravidez.


A autora, que é mãe e blogueira, inicia o livro contando como foi a descoberta da sua gravidez. E no decorrer do livro, narra o período de gestação, o nascimento da criança, os primeiros meses até a importância da presença do pai. Assim como dicas e mitos sobre a gravidez.

"A notícia da gravidez é algo vassalador. Junto com a felicidade e, muitas vezes, o susto, misturam-se outros sentimentos: o de incredulidade é o mais forte deles. Aquela sensação de eu era filha até ontem e agora vou ser mãe, como isso é possível?"

Eu não sou mãe, e não pretendo ser nem tão cedo, então achei que a leitura seria chata. Mas grande foi o meu engano. A escrita da Rita conseguiu me envolver de tal maneira, que a leitura fluiu facilmente, e aprendi muitas coisas. Sempre soube que ser mãe não deve ser fácil, mas com esse livro descobri que a luta começa antes do nascimento da criança.


Vocês sabiam que muitas vezes a mulher não tem parto normal porque os médios não querem mais trabalho? Sabiam que dá palpites de sexo e nomes para o bebê não é legal? Ah e visitar o bebê na maternidade é muito cansativo para a mãe e pode causar problemas para o recém nascido? Quem nunca fez algo assim, né? Sei que na maioria das vezes, fazemos com boas intenções, mas devemos reconsiderar.

Muitas mães sentem-se inseguras, com dúvidas, por exemplo: Serei uma boa mãe? Amarei o meu filho? E minha vida, como fica? A autora traz todas essas questões, e de uma forma leve, compreensiva, mostra que nem tudo é fácil, que paciência é fundamental.

"É difícil amar imediatamente, alguém que a gente nem conhece, nunca viu na vida, lembre-se disso se, por acaso, em algum momento, encontrar-se ali se culpando por não conseguir mergulhar profundamente nesse sentimento que todos conseguem nomear e entender, menos você."

A diagramação do livro está maravilhosa! Possui a capa dura, letras coloridas e muitas ilustrações. A editora não poupou nos detalhes,rs. O livro é bem curtinho e possui 13 capítulos. Bem, aqui está a minha indicação de leitura e de presente! Mamães, esse livro é leitura obrigatória.


"Então ser mãe é isso, pensei, um amor que chega, invade todos os espaços e põe ordem na bagunça."
Onde comprar? (só clicar)


Beijos!

68 comentários:

  1. Oi Ester!! Que fofura esse livro!! Achei a ideia do manual bem legal, inclusive para alguns parentes sem noção rsrsrsrs Adorei a dica de leitura!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi!
      Sim! É voltado para as mães, mas a família toda deveria ler...rs.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá, primeiro parabéns pela resenha. Sou mãe de um menino e posso te dizer que antes de nascer era um verdadeiro conto de fadas com muitas teorias lindas e perfeitas, mas depois que nasceu, percebi da forma mais dura que teoria e realidade são completamente diferentes. Ser mãe é a maior realização para uma mulher, mas é uma tarefa árdua (mas prazerosa!). Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cíntia!
      Só vivendo pra saber e entender né? Espero que você não tenha passado por isso sozinha. E desde já, parabéns pelo seu dia! :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá!
    Eu não conhecia esta obra e amei a dica. Sou mãe de dois e realmente não é uma tarefa fácil. No inicio quando descobrimos uma gravidez, vem mesmo todas essas dúvidas, mas a gente aprende tudo tão rapidinho que bem acreditamos. Deus nos dar um dom maravilhoso que é ser mae e nos capacita.
    Sobre estes cuidados que devemos ter, é de extrema importância para o bebê, mas se você for falar isso para as pessoas, eles irão te chamar de metida, e então, só nos resta deixar.
    Beijos e até a próxima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Sim! As pessoas esquecem de pensar no bem estar do próximo. E as vezes, são os próprios familiares né?
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá tudo bom. Gente amei a resenha do livro, era um livro que as vezes eu via nas prateleiras das livrarias e nem dava moral, mas com sua resenha me despertou o interesse de ler,vou compra-lo assim que der...

    Beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Stheffany!
      É uma ótima leitura! Mesmo não sendo mãe, super recomendo.
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Esther!
    O livro tem tudo a ver com a data que se aproxima né. Achei super legal ela explicar e contar a experiência dela. Também não sou mãe e pretendo continuar sendo filha por um bom tempo (haha). Mas me interessei pela obra.
    Eu não sabia que os médicos faziam isso pra poupar trabalho. Fiquei chocada!
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pri!
      Com a leitura desse livro, descobri muitas coisas, por isso que gostei tanto.
      Beijos!

      Excluir
  6. Velho... Ter alguém na barriga por 9 meses deve ser louco. Só 13 cap. deve ser de boa pra ler. Não é meu estilo de livro favorito, mas quem sabe um dia eu leia... rsrs

    www.plisbe.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel!
      Também não é o meu, mas grande foi a minha surpresa. :)

      Excluir
  7. Respostas
    1. Olá Isa!
      Espero que tenha gostado da indicação.
      Beijos!

      Excluir
  8. Não sou mãe, não quero e nem vou ser, mas adorei a ideia do livro porque pode ajudar futuras mamães e também desmistificar os boatos que existem sobre gravidez, parto normal etc. Muito boa dica e resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Julia!
      Sim! Pra quem será mãe em breve, esse livro trará muitas dicas.
      Beijos!

      Excluir
  9. Oi, Esther
    Que legal esse livro! Achei a capa muito bonita.
    Ainda não sou mãe, mas vira e mexe me pego pensando sobre como deve ser exaustivo, especialmente para mamães de primeira viagem, ficar recebendo aquele monte de visitas. Por isso, procuro evitar ir no primeiro mês visitar a família.

    Parabéns pelo blog.
    www.sobrecadamomento.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fran, tudo bem?
      Que bom que gostou! Eu também nunca gostei de visitas, acho que sempre podemos esperar a criança chegar em casa e tal né?
      Beijos!

      Excluir
  10. Esse livro é muito fofo, já li resenha das pessoas falando muito bem do livro, o livro tem assuntos importantes para todas as mamães. É sempre gratificante ficar sabendo das experiências de outras mulheres, esse livro é pra toda mulher ler, com certeza a escrita do livro vai ajudar muito as mães, Esther bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucimar!
      Sim! Esse livro é muito válido pra quem tem dúvidas, sente-se insegura nessa fase.
      Beijos!

      Excluir
  11. Gostava de ler esse livro.
    Que os médicos literalmente brincam com a vida das mães e dos bebés na hora do parto já sabia. Aqui em Portugal também tem acontecido, e já aconteceram coisas piores.

    Eu evito visitar as mães assim logo nas primeiras semanas e absolutamente evito tocar no bebé, a menos que a mãe o coloque no meu colo e faça mesmo questão disso. Há pessoas que vão, pegam no bebé, enchem de beijos, tocam nas mãos. Posso parecer paranóica, mas TANTOS GERMES! O bebé ainda é frágil, vai ganhando imunidade aos poucos, as pessoas não têm noção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Não te acho paranoica não, está certíssima. É um recém nascido, frágil, então requer mais cuidados.
      Espero que goste!
      Beijos!

      Excluir
  12. Oláá! tudo bem?
    Gente, adorei esse livro! Não sou mãe e não serei tão cedo (eu acho-espero), mas me interesso muito pelo assunto, porque pretendo um dia ser. E além disso, fica sedo uma ótima dica para presentear mulheres que estão passando por isso. e para guardar na listinha para quando meu dia chegar! :)
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamara!
      Hahaha, tudo tem seu tempo né? Que bom que gostou. :)
      Beijos!

      Excluir
  13. Olá,
    Pior que mãe nem filho vem com manuais ahahahahah Amei este livro, apesar de já ser mãe é uma boa dica para as mães que estão a começar agora !!
    Beijos,
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sheyla!
      Verdade, hahaha. Que bom que gostou. :)
      Beijos!

      Excluir
  14. Olá!
    Nossa achei bem interessante, uma boa pedida para dar de presente a minha mãe, acredito que ela vá gostar de uma narrativa assim, contanto sobre a descoberta, gestação, primeiro dias e tudo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Sim! É uma narrativa breve, agradável e divertida. Super recomendo.
      Beijos!

      Excluir
  15. Adorei a resenha, realmente a maternidade não é conto de fadas e muitas vezes esses mitos nos fazem nos sentir culpadas, frustradas. É ótimo um pouco de realidade e bom humor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dai!
      É isso mesmo! Que bom que gostou!
      Beijos!

      Excluir
  16. Não conhecia fiquei curiosa
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Magda!
      Que bom! Espero que goste.
      Beijos!

      Excluir
  17. Acho que toda mulher deveria ter esse manual rsrs porque caímos nessa nova fase sem planos de como fazer hehe
    BeijosVidrinhos & Feminices
    Instagram
    Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anne!
      Sim , nenhuma mulher merece passar por isso sozinha, sem ajuda.
      Beijos!

      Excluir
  18. Amei o livro, realmente para mães aprender algo nunca é demais! <3

    Blog Diamante Turquesa
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem!
      Que bom que gostou. :)
      Beijos!

      Excluir
  19. Não sou mãe e sinceramente não tenho esse desejo. Pode ser estranho mas nunca foi uma realização para mim. Digo que o meu relógio biológico quebrou! Acho no entanto que deve ser único ter um filho ! beijinho
    Coco and Jeans by Marisa x My Instagram x My Bloglovin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marisa, tudo bem?
      Não é estranho, também me sinto da mesma forma. :)
      Beijos!

      Excluir
  20. Tenho vontade de ser mãe e sinto que o dia de engravidar esta próximo...
    Achei muito linda e verdadeira a proposta desse livro e com certeza vou procurar quando engravidar!
    Beijos!
    Nem gorda, nem magra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayara!
      Que legal! Que bom que gostou, espero que te ajude.
      Beijos!

      Excluir
  21. Que bacana essa indicação ~ ainda mais tão pertinho do dia das mães! Acho que seria um presente ideal para mamães de primeira viagem, vou dar uma olhada no livro "ao vivo".

    Um beijo! Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila, tudo bem?
      Sim! Com certeza vai ajudar bastante. :)
      Beijos!

      Excluir
  22. Amei *-* E realmente minha mãe já me disse isso que muitos médicos não fazem parto normal 1° para não ter mais trabalho e 2° Pq cesária eles cobram caro hahaha
    Beijos

    http://www.estiilocarol.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol!
      É cada coisa que a gente descobre né?!
      Beijos!

      Excluir
  23. Ooi ainda não conhecia o livro, mas pela resenha imagino que seja muito bom mesmo. Esse livro seria perfeito a uma amiga minha, vou indicar pra ela.
    beijinhos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leticia!
      Que legal! Espero que ela goste.
      Beijos!

      Excluir
  24. Olá Esther!
    Primeiro: que blog mais fofo! Lindo demais!!! *-*
    Segundo: amei a dica, você escreve muito bem. Parabéns!!!!!

    http://eisaraah.blogspot.com.br/2017/05/especial-de-dia-das-maes-canal-sarah.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sarah!
      Que bom que gostou! :)
      Obrigada.
      Beijos!

      Excluir
  25. Não conhecia e ele parece ser mt bom, a capa já me atraiu.

    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anete!
      Assim como a capa, o livro é lindo.
      Beijos!

      Excluir
  26. Não conhecia esse livro não, mas me interessei. No momento quero muito ler o da Flavia Calina, fala sobre ser mãe também e apesar de eu não ser, gosto do assunto rs Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá May!
      É um assunto bem interessante né? Que bom que gostou.
      Beijos!

      Excluir
  27. Olá lindona, já me encantei por esse livro. Vou querer com certeza. Dica mais que anotada.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa!
      Que bom que gostou. :)
      Beijos!

      Excluir
  28. Adorei.
    Tinha que ter lido antes de ter meus dois pimpolhos.
    É exatamente assim. Mas quanto aos médicos não quererem ter mais trabalho com o perto normal. Não é bem assim. Com um parto normal, a mulher fica de uns minutos a até 24 horas de trabalho de parto e esse tempo, seria o tempo dentro de um leito que em poucas horas iria pra outra mãe em trabalho de parto. Se o Brasil fosse como os outros paises teria um prérido de 10 andares só pra ser maternidade. Isso daria espaço pra uma mãe optar pelo parto normal e ficar tranquila. Mas aqui todos sabem que não é assim. Hospitais superlotados e doentes no chão dos corredores. Gente morrendo por falta de leito. Então...eles optam pelo mais rápido sempre.

    http://renatacaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata!
      Sim, ela explica que muitas vezes o parto normal demora e a grávida ou o hospital não pode ficar esperando...Mas creio que são casos e casos né?
      Que bom que gostou.
      Beijos!

      Excluir
  29. Nossa, sério? Eu não conhecia o livro e confesso que teria a mesma opinião sua de início por não ser mãe ainda , eu ia achar que seria chato rsrsrs mas a gente se engana com as coisas né!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bru!
      Sim, achei que não teria nada a ver comigo, e não tem, mas a autora soube escrever.
      Beijos!

      Excluir
  30. Respostas
    1. Olá Nathan!
      Partilho da mesma opinião sua. :)
      Beijos!

      Excluir
  31. Oi Esther, tudo bem?

    Ainda não sou mãe e assim como você não pretendo ser por enquanto, ainda está bem longe dos meus planos, talvez daqui a uns 7 anos quando já estiver estabilizada financeiramente. Mesmo não sendo mãe, eu adoro livros com esta temática, pois de certa forma eles vão te ajudando a criar um pensamento de mãe e a lidar com algumas situações futuras que virão a acontecer. Com toda certeza leria esse livro, pois me parece uma leitura bem gostosa. Adorei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alice!
      Que bom! Super recomendo a leitura. :)
      Beijos!

      Excluir
  32. Oi, adorei a resenha, o livro parece ser bem interessante. Não sou mãe, mas pretendo dar o livro de presente pra uma amiga que tá grávida. Obrigada pela dica!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Que legal! Espero que ela goste.
      Beijos!

      Excluir
  33. Adorei a ideia do manual, também não sou mãe, e ainda não pretendo ser rs, mas adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nathália!
      Que bom que gostou. :)
      Beijos!

      Excluir
  34. estou com esse livro para ler aqui em casa, achei a ideia dele bem legal e acho que ajuda muito as mamães de primeira viagem.. Como não tenho vontade de ser mãe ele pra mim não é uma leitura que vai me interessar sabe

    ResponderExcluir
  35. Olá! Tenho visto comentários positivos sobre esse livro. Para as mamães, é muito importante essas dicas. Muito boa sua resenha, bjoooo

    ResponderExcluir